Av. Paulo Tapajós, 616 – Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro/RJ   |     (21)  2035.5259   |     (21)  96745.7264

EnglishGermanPortugueseSpanish

Surf na pandemia: como os países estão se adaptando?

Em junho, vários estados liberaram à volta da prática do surf em todo o território nacional. O acesso à praia que fora proibido no início de abril retorna aos poucos e é claro, respeitando todas as novas regras estabelecidas por conta da pandemia do coronavírus.

Porém, o “novo normal” não faz parte apenas da vida dos surfistas brasileiros, todo o mundo do surf está aprendendo a lidar com uma realidade muito diferente do que já havíamos experimentado.

Sendo assim, que tal descobrir como os países estão lidando com o surf neste “novo normal”? Arraste para baixo e confira! 


Austrália

Desde o fim de abril, já era possível surfar nas águas australianas devido à boa maré do controle australiano em frear a disseminação do vírus em todo o território do país. Em Bondi Beach, a famosa praia de Sidney, há sinalizações como “surf and go” (surfe e vá embora) para reforçar o alerta de proibição nas faixas de areia.


Estados Unidos

Após passar por um rígido período de quarentena, uma vez que os Estados Unidos lideram o ranking de países mais afetados pela Covid-19, o surf americano retorna suas atividades aquáticas aos poucos. Feras do nosso país, como o Filipinho (Filipe Toledo) já voltaram a treinar nas águas da Califórnia.


Havaí

No arquipélago mais desejado para pegar aquele tubo perfeito, a disseminação do vírus não parou com a prática do surf nas paradisíacas praias havaianas. Entretanto, os surfistas precisam respeitar a norma dos 2m de distâncias no mar, além de não permanecerem nas áreas após a realização do esporte. 


Taiti

Depois de mais de um mês de confinamento e alguns cancelamentos das etapas profissionais de surf, tal qual ocorreu em todo o mundo, o surf no mar da maior ilha da Polinésia Francesa está de volta. Aos poucos, a turma da parafina está retornando ao seu “novo normal” no Taiti. 


Indonésia 

Um dos lugares mais conhecidos para quem busca ondas poderosas, na Indonésia os picos reabriram no final de junho. Entretanto, a abertura foi autorizada com restrições: apenas para habitantes locais e expatriados do país. Os moradores se deram bem sem o típico crowd no habitat das ondas perfeitas. 


Brasil

No Brasil, o retorno do surf acontece de forma gradual. Alguns estados do sudeste (como o litoral paulistano e as praias cariocas) já liberaram a volta do esporte. Vale lembrar que as praias cariocas já autorizaram os exercícios nas faixas de areia, dando início às novas fases de flexibilização na cidade maravilhosa. 

Sabemos que o momento é difícil para muitos e que devemos transformar pequenos hábitos em grandes atitudes. Por isso, se for surfar, surfe com consciência. Boas ondas e se cuide! Mahalo! 

Não apenas uma hospedagem, uma experiência inesquecível!

  • Recepção

    Nosso espaço conta com recepcionista disponível das 6h as 22h.

  • Restaurante

    Um espaço com deliciosas opções de café da manhã, almoço, lanches e drinks.

  • Estrutura Completa

    Infraestrutura completa com piscina, sauna, academia funcional, sala de estar com coworking e tv com videogame.

  • Explore

    Passeios para quem quer conhecer e curtir a vibe do local.

  • Guardaria

    Guarde ou alugue pranchas para poder aproveitar as melhores ondas

  • Quartos

    Para todo tipo de trip: suítes, privativos simples, coletivos de 9,12 ou 15 camas

  • Cozinha

    Equipada com microondas, liquidificador, cooktop, geladeira e tudo que você precisa.

  • Aulas de Yoga

    Para quem quer cuidar do corpo e da mente ao som da natureza e relaxar.

  • Aulas de Surf

    Para quem quer aprender em um dos melhores picos de surf do mundo para Longboard.

O PARAíSO DO LONGBOARD

EnglishGermanPortugueseSpanish
WhatsApp chat